Conforto x beleza- descendo do salto

ugg boots
Hey, povo!
Creio que todos conheçam esse modelo de botas, não? Pois bem, é com isso que começo a dizer o motivo por eu quase nunca usar salto (e só ter um que, desde 2005, só usei 5 vezes).
Eu não entendo se o problema é comigo ou com os sapatos. Mas TODOS os saltos (bonitos) que já tentei usar machucavam meu pé de alguma forma. Meia pata, agulha, anabela, plataforma, quadrado…
Podem dizer que é falta de costume, mas já tive épocas de usar todos os dias, sem excessão, e, bem, não foi muito diferente. Lembro-me aqui que na verdade não foram todos, já usei uns 4 que não comprometiam meus pés, entretanto não eram esteticamente atrativos…
Não é culpa do salto somente, sapatilhas em geral me causam a mesma coisa. Incrível como é difícil achar alguma que não me machuque. E olha que aqui vos fala alguém que já usou por um tempinho sapatilhas de ponta…
Metade dos meus sapatos estão inutilizados por isso, a outra metade são havaianas, tênis, botas e uma ou outra sandália rasteira.
Sempre segui a orientação de experimentar na loja, e aparentemente nunca deu certo com esses tipos de sapatos. Sendo meus ou emprestados causaram o mesmo dano.
Fico me perguntando qual é a real prioridade, “sapatos bonitos que ninguém sinta vontade de xingar o mundo ao usar” ou “simplesmente bonitos e se vire com os machucados”. Já vi dizerem que não importa se machucam, que tem que sofrer para ser bonita, que “homem gosta” e coisa assim. Mas lembremos que sapatos bonitos não embelezam andar desengonçado por causa de bolhas nem cara de sofrimento.
Eu não consigo enxergar essa necessidade toda que algumas pessoas colocam sobre o uso de saltos. Nunca me deram uma explicação aceitável de por qual motivo TER que usar, nem vejo motivos para essa exigência toda. É bonito? śim, mas a coisa começa a ficar estranha quando a pessoa tem que se submeter a certos desgastes e sofrimentos desnecessários somente pela estética.
Existem sim esparadrapos, palminhas, algodão e coisas do tipo que você coloca para amenizar a situação, mas HELLO, pagar por um sapato e não poder usar sem sofrimento é estranho para mim, pois se eu pago por alguma coisa eu quero que aquilo supra a necessidade e não que eu me vire em mil para tentar usar (e muitas vezes custa muito caro). Não somos nós quem devemos nos adaptar a isso e sim essas empresas que devem atender demandas,  pois não estão fazendo favor algum.
Talvez o problema seja mesmo comigo, afinal vejo ao redor uma maioria usando o dia inteiro tudo que eu nunca consegui por mais de 30min. Ou eu sou muito fresca, ou muito azarada ou elas sabem fingir muito bem. Ou talvez eu nasci para andar de Havaianas no verão, tênis na meia estação e Ugg boots no inverno…

Enquanto não descubro, continuo com os meus sapatos que são bonitos e também confortáveis, e não compro mais os que só têm apelação de glamour como os  saltos ou só o ar “arrumadinho” das sapatilhas mas que parecem pedaços de pedras com tiras e glitter.

E vocês, também sofrem com esses sapatos? encontraram algum que não seja utilizado como instrumento de tortura?

Beijos, Jheh
=*
Já curtiu o Nome é para Fracos no FaceBook?? ainda não? curta já =D
E follow, follow, follow! @nomeeparafracos