Fair isle e a padronagem peruana

Fair Isle é o nome dessa padronagem de tricô que nos remete àqueles pulôveres de natal vistos em filmes americanos.

São desenhos repetidos em faixas, tradicionalmente com no máximo 5 cores.
Fair Isle é uma ilha escocesa onde se originou essa estampa, que ficou famosa ao ser usada em público  pelo principe de Gales em 1921.

A técnica de entrelaçamento complexa é um tipo de jacquard, nome em homenagem à Joseph-Marie Jacquard, que inventou o tear mecânico em 1804.

Essa padronagem lembra também a que aparece em roupas tradicionais do Peru.
desenho meu =p
Geralmente confeccionadas com fibra de alpaca (animal semelhante à llama, com lã mais fina)  misturada a algodão. Considerada bom isolante térmico, ideal para invernos rigorosos.
Além do local, uma outra diferença pode ser encontrada nas duas estampas: as cores, que aparecem, em geral, mais vivas e em maior quantidade na estampa peruana.

Talvez por isso vem sendo bem adaptada a tecidos e peças de verão, ao contrário dos comuns floquinhos de neve e renas do Fair Isle.

desenho meu =p


Beijos, Jheh
=*
Já curtiu o “Nome é para Fracos” no FaceBook?? ainda não? curta já =D
E follow, follow, follow! @nomeeparafracos